Pular para conteúdo

Notícias

20 janeiro 2015

Trabalho Sexual e Políticas Públicas


“Um peça ou o traje completo em vermelho, para aliar-se à nossa luta por direitos”. Este é o convite feito pelo Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará – GEMPAC para a noite de 22 de janeiro, data da abertura da I Oficina Internacional Trabalho Sexual e Políticas Públicas, que tem por objetivo o fortalecimento e articulação do movimento das trabalhadoras sexuais em nível nacional e internacional.

A ideia é promover a identificação das conjunturas sobre o Trabalho Sexual no Brasil e América Latina, através do diagnostico dos problemas e das lutas travadas pelas profissionais do sexo em busca da valorização, reconhecimento e combate aos estigmas que ainda permeiam as representações acerca da prostituição.

A oficina ocorre de 22 a 24 e terá a presença de Karina Bravo Neira, Representante da Plataforma Latinoamericana de Personas que Ejercen el Trabajo Sexual – PLAPERTS, entre outras representações, que socializarão experiências e intercâmbios com vistas a novos campos de atuação e garantias de reforço à auto-organização, planejamento e implementação de ações estratégicas para redução de vulnerabilidades, além da proposição de políticas públicas que atendam às demandas das profissionais do sexo.

O Evento é organizado com em parceria com o Centro de Defesa da Criança e do Adolescente – CEDECA-EMAÚS/SUSOII, Movimento República de Emaús, PLAPERTS, ITCP e GRUPAJUS.

Serviço:

A sede do GEMPAC fica na Padre Prudêncio com General Gurjão, 462, bairro da Campina.

A programação de abertura da oficina inicia às 18h30.

Não esqueça de vestir uma peça de roupa em vermelho! 

No GEMPAC - Organizadoras ajustam preparativos para oficina

No GEMPAC - organizadoras ajustam preparativos para a oficina.



  • Banco do Brasil
  • Caixa
  • CDP
  • ICCO
  • Prodepa
  • cosanpa
  • Celpa