Pular para conteúdo

República do Pequeno Vendedor - RPV


 

Raiz de todo o Movimento de Emaús, a República do Pequeno Vendedor hoje desenvolve suas atividades de educação social(socialização) com crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social em belém, no bairro do Benguí e entorno.

O Movimento, através de suas Assembleias, quer manter ainda o nome vinculado aos pequenos vendedores de rua, por preservar a memória da presença junto aos meninos e meninas em situação de rua durante 40 anos.

Entretanto hoje, pelo advento de ações integradas e políticas voltadas ao resgate das crianças das ruas de Belém com resultados ainda satisfatórios, a República tem deslocado sua intervenção mais efetiva da situação da “rua do asfalto” para a situação de profunda vulnerabilidade que atinge crianças e adolescentes em periferias marcadas, além do trabalho precoce, por índices alarmantes de violência, tráfico e outras situações de alto risco.

Nesse contexto as crianças e jovens vivem, ainda hoje, podemos dizer, na “rua da amargura” e da exclusão. A construção de oportunidades para esses filhos e filhas sofridos de uma sociedade doente continua sendo um grande desafio.

As atividades socioculturais, esportivas e de lazer possibilitaram a participação dos sujeitos nos mais variados espaços e eventos, mostrando a viabilidade da educação popular enquanto estratégia para a elevação da cidadania, formação e incidência política dos educandos. A proposta coletiva de educação obteve destaque a partir dos momentos de assembleias, encontros, seminários, Pré-Conferência e Conferência Municipal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes.

Com as ações voltadas para o esporte, lazer e recreação a República movimenta a comunidade local por meio de torneios, campeonatos e gincana cultural. Já as atividades de Teatro, Percussão, Violino e Violão, mostraram a estética da música e da dramaturgia em diversas apresentações, performances e montagens, beneficiando centenas de pessoas, formando platéias e difundindo a cultura popular, clássica e de massa em uma ciranda encantada que culminou com a re-montagem da peça “Pássaro João”, com sucesso de público e de crítica.

Veja as fotos da RPV
 

Rua Yamada, 17 - Bairro Bengui - Belém-Pará.
Telefone: (91) 3285-7693
CEP: 66045-110



  • Banco do Brasil
  • Caixa
  • CDP
  • ICCO
  • Prodepa
  • cosanpa
  • Celpa