Pular para conteúdo

Centro de Defesa da Criança e do Adolescente - CEDECA


QUEM SOMOS

Em 1983, ainda com o ultrapassado Código de Menores, a defesa jurídica de crianças e adolescentes vítimas de crimes era um desafio para os educadores da República do Pequeno Vendedor. Foi assim que surgiu a ideia de criar um núcleo de advogados, o Centro de Defesa do Menor, depois chamado Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca-Emaús).

O Cedeca-Emaús nasceu dedicado a enfrentar a violência policial, na época uma prática contumaz contra os meninos trabalhadores e em situação de rua no Ver-O-Peso. O Cedeca-Emaús foi o primeiro centro de defesa do Brasil e inspirou a criação de outros centros, que hoje estão em praticamente todos os estados do Brasil.

Em 24 anos, o Cedeca-Emaús ampliou a área de atuação e hoje presta assistência jurídica a mais de 60 casos em que crianças e adolescentes são vítimas de violência institucional - na maioria das vezes policial -, tráfico internacional de seres humanos, redes de exploração sexual e violência doméstica. O trabalho é feito por meio do Departamento de Intervenção Jurídica e Social (Dijus).

O Cedeca-Emaús é também uma das entidades responsável pelo monitoramento das casas que executam as medidas socioeducativas no Pará.

Além da intervenção jurídica, o Cedeca-Emaús abriga e coordena o Programa de Enfrentamento ao Trabalho Infantil Doméstico (Petid) e o Programa Jepiara. O primeiro é voltado a enfrentar a prática de “empregar” meninas em casa de família como empregadas doméstica; o segundo atua na prevenção e combate ao abuso e à exploração sexual e tráfico contra crianças e adolescentes.

O programa mais recente executado pelo Movimento através do Cedeca-Emaús é o PPCAAM – Programa de Proteção de Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte, que conta com uma equipe multiprofissional e uma metodologia específica de proteção de pessoas ameaçadas.

 

NOSSA EQUIPE

O Cedeca-Emaús possui hoje uma equipe multidisciplinar voltada para atender as mais diversas situações envolvendo a criança, o adolescente e seus familiares que têm seus direitos violados ou querem saber como acessar algum direito. Cada projeto tem sua equipe própria, porém há interação entre os projetos.

No total, são assistentes sociais, educadores, pedagogos, psicólogos, advogados, um jornalista, além de profissionais nas áreas de apoio administrativo e atendimento geral. O quadro do Cedeca-Emaús é formado por profissionais com amplo conhecimento e experiência na área de garantia de direitos da infância e juventude.

 

 

 

Travessa Dom Romualdo de Seixas, 918
Bairro Umarizal - Belém
CEP: 66050-110
Telefones: 3241-7007 e 3224-7967 (fax)
Entre Bernal do Couto e Jerônimo Pimentel
E-mail: cedecaemaus@uol.com.br
https://www.facebook.com/cedeca.emaus



  • Banco do Brasil
  • Caixa
  • CDP
  • ICCO
  • Prodepa
  • cosanpa
  • Celpa